Staak Med

Como o exercício físico interage com o sistema imune

Sistema imune. Que o exercício físico é um grande aliado do sistema imunológico todo mundo sabe. Dificilmente aquelas pessoas que se exercitam de maneira moderada e seguem uma alimentação equilibrada adoecem. Mas você sabe exatamente qual a relação entre o exercício físico e o sistema imunológico?

Nosso sistema imune se divide principalmente em duas grandes categorias: o sistema imune inato e o adaptativo.

O sistema imune inato é aquele que funciona de maneira não específica e é composto pelos neutrófilos, eosinófilos, basófilos, monócitos, célula NK, sistema complemento, proteínas de fase aguda e enzimas. Já a imunidade adaptativa é aquela formada pelos linfócitos T e B e por imunoglobulinas, que agem como uma segunda linha de proteção ocorrendo após a ação da imunidade inata.

Acontece que ao nos exercitarmos enviamos diferentes tipos de sinais ao organismo de que é preciso aumentar a quantidade dessas células para podermos resistir à agressão causada justamente pelo treinamento. Além disso, todas as funções desempenhadas por essas células são amplificadas com a prática do exercício físico.

Um estudo publicado na RBM (Revista Brasileira de Medicina) em 2010 mostrou que todos os componentes do sistema imunológico aumentaram durante o exercício moderado («60% VO2 max) e até 5 horas após o seu término.

O estudo mostrou também que até 5 horas depois de um exercício extenuante (85% VO2 max), nossas células de defesa tem uma redução importante. Isso explica o porquê de muitas vezes o indivíduo adoecer após a realização de treinos muito intensos. ”

O gráfico abaixo ilustra bem a relação entre a intensidade do exercício e o risco de infecção das vias aéreas superiores, por exemplo:

(veja o gráfico no post abaixo)

https://www.instagram.com/p/Cs87czHIqvp/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Em conclusão, não estou aqui para demonizar o exercício físico muito intenso.

Atletas de forma geral precisam levar seu corpo ao extremo para exercer sua profissão e ter uma melhor performance.

Esse post serve para mostrar como a prática do exercício físico é de extrema importância para nossa imunidade, e também serve como uma forma de aviso para os atletas que procuram reforçar sua imunidade por outros meios, como ter uma alimentação saudável, por exemplo.

 

Referência:

Krinski, Kleverton, et al. “Efeitos do exercício físico no sistema imunológico.” Rev Bras Med 67.7 (2010).

 

Dr Marcos Staak Jr
Médico – CRM/SC 17642

 

@davidias11

Compartilhe este post:

Facebook
WhatsApp
Telegram

Você pode gostar também deste outro post: